Morre vítima de Covid-19 aos 63 anos o motorista do Botafogo, Maurão

Só matérias boas 07/01/2021 Relatar Quero comentar

Fanático pelo Botafogo, o motorista do ônibus Glorioso, Mauro Sampaio, bastante conhecido como Maurão, perdeu a vida nesta quarta-feira (06), vítima de coronavírus. Mauro deixa a filha, Yasmin, um neto, Pedro Henrique e sua esposa Sueli.

Maurão era colaborador do Botafogo desde 2004, ele era bastante querido pelos jogadores e ídolos do Botafogo. Sua simpatia era marca registrada entre os torcedores, era também o fundador da Raça Alvinegra, a amada torcida organizada do clube.

O Botafogo de Futebol e Regatas confirmou a morte do funcionário, também fez questão de prestar homenagem ao torcedor do clube, em suas redes sociais, externando a tristeza pelo acontecido. A nota no Twitter emocionou os torcedores do Botafogo, eles deixaram mensagens de carinho para a família de Maurão. “Muito triste de verdade! Forças a todos dentro do clube, amigos e família, descanse em paz”, escreveu um torcedor.

“Com dor e tristeza nos despedimos do funcionário e botafoguense apaixonado Maurão, motorista do ônibus Glorioso há 15 anos. Torcedor de arquibancada, Maurão foi sinônimo de amor e dedicação ao Botafogo, desde o berço até o âmbito profissional. Ele foi mais uma vítima da Covid-19”, afirma o post da rede social do Botafogo.

Mauro tinha sobrepeso e sofria muito com dores nos joelhos, ele vinha travando uma briga para conseguir realizar uma cirurgia bariátrica. Foi feita uma mobilização para ajudar o funcionário, a torcida do Botafogo realizou uma vaquinha virtual e foi arrecadado cerca de R$ 31 mil dos R$ 83 mil pretendidos.

Comentário do usuário