Muito grave: Pacientede 91 anos com COVID-19 é abusada dentro de hospital de campanha

Eder uilsl 08/01/2021 Relatar Quero comentar

Paciente de 91 anos é estuprado dentro de hospital de campanha em Natal

Suspeito é outro paciente de 37 anos, que foi preso após denúncia feita pela equipe da unidade. Caso aconteceu na noite desta quarta-feira (6).

Um idoso de 91 anos foi estuprado por outro paciente dentro do Hospital Municipal de Campanha na Via Costeira, em Natal, de acordo com a Polícia Militar. O caso foi registrado na noite desta quarta-feira (6).

(Errata: O G1 errou ao informar que o idoso de 91 anos tinha Covid-19, fato inicialmente informado pela Polícia Militar. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele estava em uma ala do Hospital de Campanha que tem 30 leitos reservados para pacientes com outras doenças. A Polícia Civil confirmou que nenhum dos dois pacientes estavam infectados pelo coronavírus. A informação foi corrigida às 15h30 deste 7 de janeiro.)

A PM foi acionada pela direção do hospital, pela suspeita de uma tentativa de estupro. O suspeito seria um paciente de 37 anos, que teria abusado de um idoso de 91 anos. O relatório da corporação registrou o crime por volta das 19h30.

Ainda de acordo com a PM, uma avaliação médica teria constatado que o crime foi consumado. Ainda de acordo com o relatório da corporação, o suspeito, a vítima e testemunhas foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil com apoio do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

Na manhã desta quinta-feira (7), agentes da Central de Flagrantes informaram que o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a ala de presos do Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade. Já a vítima foi levada de volta para o Hospital de Campanha.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso (Depi). Uma testemunha prestou depoimento nesta quinta.

"Foi ouvida a pessoa que teria visualizado a atitude suspeita assim que ela adentrou no quarto para entregar as comidas dos pacientes internos. Ela verificou essa atitude e achou estranho. Essa copeira, de imediato, acionou a equipe médica e os profissionais de saúde que ali estavam e eles imediatamente tiraram o idoso do leito que se encontrava", explicou a delegada Milena Casimiro.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar