Briga entre cães e porco-espinho termina mal e mais de 100 espinhos são retirados de um deles

Carlosandre1055 08/01/2021 Relatar Quero comentar

 

Uma briga entre cães e um porco-espinho em Betim, Minas Gerais, na última quinta-feira (7), terminou com quatro deles feridos. Segundo a veterinária que atendeu os animais, de um deles foram retirados mais de cem espinhos na boca, ao redor do focinho e em parte do corpo.

Os cães foram resgatados por um comerciante, no bairro Duque de Caxias, onde eles ficam andando pelas ruas há cerca de um ano, recebendo alimentos e água dos moradores da região. “Fui tomar café da manhã em uma padaria do bairro, onde sempre eles estão no período da manhã. Neste dia, vi a situação deles e fiquei assustado. Não sabia o que fazer, pensei que eles iam morrer.

Meu coração ficou partido. Amo animais e vi que eles estavam sofrendo, sentindo muita dor. Daí, com a ajuda da minha irmã, peguei minha caminhonete e consegui levá-los para uma clínica veterinária de um amigo, no bairro Bom Retiro”, contou Ernani Bruno Diniz, de 32 anos, proprietário de oficina especializada na fabricação de peças para carros antigos, que fica no bairro Duque de Caxias.

Ao todo, foram levados sete horas para realizar o atendimento dos quatro animais. Ao chegar na clínica, eles foram avaliados e, depois, sedados, para que a veterinária pudesse retirar os espinhos com total segurança. “Fiz uma avaliação prévia, analisei o estado geral clínico deles e verifiquei o batimento cardíaco de cada um para confirmar se eles poderiam receber a sedação para a retirada dos espinhos. Felizmente, conseguimos realizar o procedimento e, agora, eles estão sendo medicados”, explicou Amanda Aquino Oliveira, de 23 anos, veterinária da Só de Bicho, onde os cães foram atendidos.

“Ganhei meu dia em ter conseguido ajudá-los. Graças a Deus, eles sobreviveram. Só tenho a agradecer ao dono da clínica veterinária, que é meu amigo, e a veterinária que cuidou deles. Todos foram muito atenciosos”, agradeceu Diniz.

Comentário do usuário
Você pode gostar