Pescadores encontram partes do avião que caiu hoje com mais de 60 pessoas e vídeo choca o mundo

N. Ferreira 09/01/2021 Relatar Quero comentar

Assim que as autoridades perceberam o desaparecimento do  Boeing 737-500 da Sriwijaya Air, imediatamente se deu início às buscas no local. Ainda na manhã deste sábado, possíveis primeiros destroços do avião foram encontrados por pescadores no mar, próximo a Ilha de Lake. A informação foi divulgada pela agência de notícia estatal Antara.

Um vídeo divulgado na internet, mostra vários cabos sendo retirados da água, no local onde o avião pode ter caído. Ainda não há confirmação se os cabos são realmente do avião, mas ao que tudo indica são.

A aeronave decolou do aeroporto de Jacarta às 14h35 (4h35, no horário de Brasília) com destino à cidade de Pontianak, mas perdeu contato com a torre de controle cerca de cinco minutos após a decolagem.

Entenda 

Neste sábado, 09 de janeiro, um avião sumiu minutos depois da decolagem, na Indonésia. O avião estava com 62 pessoas a bordo e é da companhia aérea Sriwijaya Air. Ele sumiu minutos após decolar do aeroporto de Jacarta, capital da Indonésia.

Conforme informado pelo governo à imprensa da cidade, será iniciada uma operação de busca na região próxima do local, onde ocorreu o desaparecimento.

De acordo com o site especializado FlightRadar24, o avião perdeu mais de 10 mil pés de altitude em menos de um minuto quando sobrevoava o Mar de Java, logo depois de decolar da capital Jacarta.

A companhia aérea, divulgou uma nota e disse que 56 passageiros e seis tripulantes estavam a bordo. Não há qualquer indício que permita determinar as causas do desaparecimento.

Sobre a aeronave

As aeronaves da Boeing 737-500 tem um histórico de segurança, classificado pelos profissionais da área, como excelente. Além disso, nenhuma companhia brasileira com voos regulares opera esse modelo atualmente; entre as décadas de 1990 e 2000, empresas como Rio Sul e Nordeste, hoje extintas, operavam essas aeronaves. O avião que desapareceu voou pela primeira vez no ano de 1994, no mês de maio.

Conforme divulgado pelo G1, trata-se, portanto, de um modelo bastante anterior ao 737 MAX, linha de aviões de Boeing que sofreu com dois acidentes graves recentemente. Um deles, com uma aeronave da Lion Air em 2018, ocorreu na Indonésia.

Comentário do usuário