Governo de SP anuncia eficácia de 50,38% para vacina chinesa. Índice é o mais baixo de todos

will 12/01/2021 Relatar Quero comentar

Até o momento, já foram divulgadas as taxas de eficácia global das vacinas da Pfizer-BioNTech (95%;), da Moderna (94,5%), da Sputnik V (91,4%), da Sinopharm-Pequim (79,34%) e de Oxford-AstraZeneca (até 90%).

O governo de São Paulo anunciou, hoje, que a eficácia global da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria da farmacêutica chinesa Sinovac com o Instituto Butantan, é de 50,38%.Em 24 de dezembro, a Turquia afirmou que a CoronaVac no país teve eficácia de 91,25% após testagem com 1.300 pessoas. Nesta 2ª feira (11.jan), a autoridade sanitária da Indonésia afirmou que a CoronaVac apresentou 65,3% de eficácia nos testes clínicos realizados no país.

Está gostando? Participe do nosso  e saiba das notícias em primeira mão!

O número é inaceitável, embora esteja dentro do mínímo de 50% tolerado pela OMS.

O governador João Doria disse na quinta-feira que a eficácia seria de 78%.

A divulgação do percentual foi feita pelo secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e por integrantes do Centro de Contingência de combate ao coronavírus no Estado de São Paulo. O governador João Doria (PSDB) não participou do anúncio.

O diretor médico de Pesquisa Clínica do Instituto Butantan, Ricardo Palácios, apresentou elementos que teriam influenciado para uma eficácia global menor que a de outras vacinas. Segundo ele, a pesquisa da CoronaVac trabalhou com uma definição de casos de covid-19 mais abrangente que outros testes.

Comentário do usuário